Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um dia ganho juízo!

História financeira de uma rapariga emigrante que um dia precisou de ganhar juízo para realizar o seu sonho.

História financeira de uma rapariga emigrante que um dia precisou de ganhar juízo para realizar o seu sonho.

Um dia ganho juízo!

21
Ago17

Money Mindset | crenças limitadoras sobre dinheiro #1

Sofia ganha juízo

Antes de poder enriquecer sei que vou ter que trabalhar nas minhas crenças pessoais sobre dinheiro. A essas crenças vou chamar de Money Mindset, sendo que um mindset (mentalidade) é o nosso esquema de pensamento relativamente à forma como encaramos determinada situação na nossa vida, e que por sua vez, dita o nosso padrão de comportamento relativamente a essa situação ou conjunto de situações.

 

Crença limitadora #1: o dinheiro está na origem de todos os males

 

Esta é muito conhecida. Acreditamos piamente que todos os males do mundo acontecem devido ao dinheiro... ou porque alguns têm a mais, ou porque alguns têm a menos, ou porque todas as pessoas que conhecemos com dinheiro precisaram de roubar, corromper, desviar fundos, em suma, ganharam esse dinheiro de forma pouco honesta.

Este pensamento de achar que alguém tem de ser mau só porque tem dinheiro é um conceito muito abstrato. A forma que eu encontrei para quebrar esta ideia na minha mente foi questionar-me da seguinte forma:


"Será que na minha vida já tive oportunidade de conhecer todas as pessoas ricas que devia?";

"Será que sei que aquela pessoa que foi muito má é verdadeiramente rica ou está atolada em dívidas?";

"Será que andam por aí muitos ricos que são excelentes pessoas, e que nós acabamos por não ver, porque são sempre as atitudes más que causam polémica e que por isso são alvo de notícia?"

"Saberei eu algum dia através de quais meios as pessoas ganharam a sua fortuna? Será que só roubando é que se chega lá? As pessoas honestas darão tanto nas vistas como as desonestas?"

 

Digo para mim própria: O dinheiro é só um recurso para fazer bem aos outros que por sua vez foi consequência do bem que fiz ou de serviços que prestei em prol do bem-estar alheio. Quanto mais servir o outro maior vai ser a minha riqueza e consequentemente poderei servir cada vez mais e de novas formas o meu próximo. A maneira como vou utilizar este recurso só a mim diz respeito e vou fazê-lo baseando-me nos meus valores e éticas pessoais, que vou manter e respeitar independentemente do valor na minha conta bancária.

 

 

E vocês, sabem que crenças limitadoras têm relativamente ao dinheiro?

 

20
Ago17

Mês de Julho (em atraso)

Sofia ganha juízo

Eu sei que estou em atraso e que não venho aqui há imenso tempo dar notícias das minhas finanças pessoais e dos meus progressos. Por isso aqui estou eu pronta para "confessar tudo".

O mês de Julho foi uma autêntica desgraça relativamente às despesas de supermercado. Consegui meter de lado o dinheiro todo que tinha planeado logo no início do mês - pay yourself first, regra de ouro! - mas deixo sempre um pouco disponível para despesas livres... o pior é que neste mês essa ideia saiu-me muito errada e acabou por "arruinar" o valor estipulado para supermercado e não comprei nada na categoria "despesas livres", ora vejamos...

Normalmente o valor de 150€ chega e sobra para as mercearias... mas como tinha o tal dinheiro a mais na conta, sem me aperceber, acabei por ir ao supermercado mais vezes do que aquelas que precisava (também não cumpri a regra de só ir uma vez por semana ao supermercado). No total gastei 341,50€, tendo ultrapassado o valor estipulado em 191,50€...

Não sei como fiz isto... só sei que estive a analisar o extrato de conta para ver onde errei e vi que fui ao supermercado a cada 2/3 dias. Um desperdício de dinheiro em mercearias (onde é que meti tanta comida?) e em gasolina (fui ao supermercado de carro).

 

 

Não esquecer (tenho que marcar isto a ferro e fogo no cérebro!!!):

- Ir ao supermercado apenas uma vez por semana;

- Reflectir bem se o que estou prestes a comprar me faz mesmo falta;

- Se deixar dinheiro na categoria livre, estipular logo à partida o que quero gastar (nesta parte a técnica do envelope vai ser a escolhida, uma vez que deixar dinheiro "sem objetivo" a pairar na conta não está a resultar);

- Focar no objetivo primordial e no porquê de estar a fazer isto tudo (independência financeira, voltar para Portugal e estar mais sossegada).

 

Agora é manter o foco, aprender com os erros e continuar!

01
Jul17

Metade de 2017 já passou... como estão esses objetivos?

Sofia ganha juízo

Efetivamente, escrever os objetivos e fazer uma espécie de "reunião consigo mesmo" todos os meses ajuda a atingir as metas propostas.

 

Lembram-se de ter dito que queria poupar 4000€ até Junho de 2017? Pois, consegui fazê-lo. Até Março/Abril pensei que não ia conseguir, mas foquei no objetivo e aqui estou eu, no final do mês de Junho, a dizer que consegui cumprir a minha meta para o primeiro semestre de 2017.

 

Agora vou dormir sobre o assunto e refletir sobre qual dos objetivos quero priorizar para a segunda metade de 2017. No primeiro semestre queria viajar, mas acabei por não o fazer. Agora no segundo semestre gostava de cumprir esse objetivo, talvez ir a Londres, Copenhaga ou Praga. Mas é tudo muito incerto, e como há os impostos para pagar em Setembro, tenho que ver se tenho juízo para não me acontecer o que aconteceu no ano passado! Fiquei super enrascada no final do ano, e tive que ir buscar dinheiro à poupança, ficando com um saldo de poupança de 2016 negativo...

 

Entretanto ando a preparar uns posts engraçados para vocês sobre dinheiro e mentalidades (mindset como dizem os ingleses)... se tiverem interesse em ler sobre isso, continuem por aí. Juntos somos mais fortes e já aprendi muito com vocês todos!

 

Agradeço também os comentários de carinho que recebo regularmente aqui no blogue, vocês são uns amores! Obrigada, obrigada, obrigada.

 

08
Jun17

Sobre os objetivos de Junho.

Sofia ganha juízo

Para já o único objetivo que não tenho levado a cabo é o de correr 15 minutos, 3 vezes por semana. Parecia-me ser o mais ambicioso dos 3. De resto tenho cumprido todos. Estou a ficar orgulhosa de mim e das minhas resoluções.

 

 

Sobre a poupança, este mês meti de lado 28% do meu salário. Não está nos objetivos que tinha determinado, mas como tive que pagar as férias de Verão, este mês não deu para mais. 

No próximo já deve correr melhor. Vamos lá ver se não surgem mais despesas das férias para pagar.

 

Rubrica carro: 15,21€ em gasolina.

 

03
Jun17

Objetivinhos de Junho

Sofia ganha juízo

Este mês vou ser mais contida nos objetivos:

- Comer saudável em casa e manter as refeições planeadas;

- Manter o budget que defini para as "atividades extra";

- Ler 2 livros da minha estante, em Maio consegui acabar 1 e agora tenho aproveitado o momentum para começar outro, sinto que estou num ritmo de leitura bom;

- Preparar as férias de verão para poupar o mais possível;

- Destralhar o armário e preparar uma lista de "peças-chave" para comprar nos saldos de Julho;

- Correr 15 minutos 3 vezes por semana.

 

28
Mai17

Por falar em cortes de despesas.

Sofia ganha juízo

Ando a pagar 45€/mês para ter wifi ilimitado em casa e sms gratuitas no telemóvel para o estrangeiro. Acho que analisando bem as promoções e ofertas que têm surgido conseguiria arranjar por 30€ ou menos a mesma oferta aqui em França. 

Mas admito que tenho tido "preguiça" de pesquisar... o problema é que esta preguiça que me poderia fazer poupar 15€ por mês, pode estar a custar-me 180€ ao ano!

Ai, ai, acho que estas contas são mais do que motivação para me mexer e começar a pesquisar alternativas!

 

 

27
Mai17

Ponto da situação. [2]

Sofia ganha juízo

No dia 3 de Janeiro de 2017 escrevi um post com o ponto da minha situação relativamente a poupanças. Tudo somado dava 10147€.

 

Atualmente tenho um total de poupanças de 13390,11€ (sabendo que 390€ deste dinheiro é o fruto das minhas vendas, ao qual já fui buscar algum dinheiro, infelizmente).

 

Não acho que tenha poupado pouco, subtraindo fico com 3243,11€ de poupança em quase 5 meses, sendo 648€ por mês. Não é mau, mas ainda não estou nos meus objetivos. Com mais alguns esforços queria ver se chegava aos 800€/mês de poupança, vai ser difícil, mas se cortar em mais alguns supérfluos (o conceito de supérfluo é relativo, bem sei) acho que tenho boas hipóteses de chegar lá!

 

Atenção que não me tenho privado de muito... estou só a cortar em coisas que não me acrescentam nada! 

 

E vocês, também andam em fase de cortes? Em quê?

 

 

 

 

22
Mai17

O arrependimento também é uma lição.

Sofia ganha juízo

 

 

"Chegares à conclusão que a vida que levas, o trabalho que fazes ou corpo que tens não é o que queres, pode ser a melhor benção desse momento. Sem esse momento, irias continuar sem fazer nada. Sem esse momento, nem sequer terias a possibilidade de escolher mudar ou permanecer onde estás. Sem esse momento, nem te aperceberias como é bom ter um objetivo ou um sonho para alcançar. Todos os momentos contam. Todos."

 

(encontrei a frase na internet, se souberem quem é o autor digam ;) )

 

21
Mai17

Rubrica: carro

Sofia ganha juízo

 

Mais 30€ que foram embora com a revisão do carro! 


Estive a fazer o apanhado do que já gastei em seguro do carro neste ano de 2017. Vou deixar aqui os valores, assim consigo ver quanto gastei no total do final do ano. Para já, tomei algumas medidas de poupança e têm dados frutos:

-Deixei de ir ao ginásio, logo menos deslocações com o carro;

-Negociei o seguro (não baixou muito, mas baixou, e nisto de economizar "não existem pequenas economias");

-Vou para o trabalho a pé (moro pertinho por isso compensa);

-Só vou às compras uma vez por semana e antes de fazer qualquer trajeto questiono-me se vale mesmo a pena ou se não poderei esperar para ter mais coisas para fazer em determinado sítio, e assim não ir lá de propósito;

-Meter gasolina à noite ou de manhã cedinho.

 

As minhas contas de 2017:

 

Janeiro. 68,6€

Fevereiro. 63,38€

Março. 63,38€

Abril. 53,80€

Maio. 53,76€

 

TOTAL SEGURO: 302,92€

 

44,11€ + 30,09€ (gasolina de Fevereiro e Maio)

 

30€ mão de obra da revisão! (não fizeram grande coisa porque como fiz menos de 3000km com o carro ele está impecável, mas mesmo assim cobram a mão de obra de ver a pressão dos pneus e os níveis do óleo).

 

TOTAL 2017 407,12€

 

 

2016 (só seguro, não fiz contas à gasolina mas eram cerca de 20€ de 2 em 2 semanas): 617,4€

 

Tenho conseguido fazer economias nas diversas áreas da minha vida e isso deixa-me feliz. É tão bom apontar os progressos! E nesse aspeto, somando ainda aos conhecimentos que tenho adquirido com vocês todos, o blogue tem-me ajudado imenso!

 

 

Bom Domingo.

 

15
Mai17

Receitas baratas aos pares #1

Sofia ganha juízo

Os vossos comentários têm sido muito positivos relativamente a meter aqui umas receitas baratas e fáceis, por isso decidi meter aqui as minhas queridinhas no que toca a fazer algo que encha, que dure para várias refeições e que não custe uma perna. A maior parte das receitas custam menos de 5€. E dão para várias refeições.

 

Receita 1: Arroz com chouriço!

 

Esta é um clássico e apesar de andar a evitar os hidratos, de vez em quando apetece-me uma arrozada e lá vai disto! 

Faço um refogado de alho e cebola (só meto um de cada como moro sozinha chega-me bem, mas vocês adaptem de acordo com o número de membros na vossa família!). Ao refogado junto meia chouriça daquelas vermelhinhas e docinhas (compro no Intermarché) cortadinha aos cubos.

Depois dela soltar aquele molhinho bom deito uma boa caneca e meia de arroz, misturo tudo, deixo o arroz tostar e depois meto a água (já quente!).

Sal, salsa e pimenta (ou picante!) e com mais 10 minutos fica a refeição pronta! O que demora mais é mesmo picar a cebola e o alho, mas às vezes deixo picados do fim de semana e guardo num frasco de vidro no frigorífico, ou congelo! Assim estão sempre prontos a usar!

 

Opção vegetariana: em vez de meter o chouriço, cortar cenoura e alho francês às rodelas e fazer o refogado com eles antes de juntar o arroz! Às vezes também misturo quinoa no arroz, fica delicioso!

 

Receita 2: Couve-flor com tirinhas de bacon e molho de tomate!

 

Esta também não tem nada que enganar, corto a couve flor em raminhos e dou-lhe uma fervura de 5 minutos em água. Quando começa a ficar mais mole tiro e reservo. Entretanto já cortei metade de dois pimentos (vermelho e verde, adoro, e são tão baratinhos no Lidl. Já agora, as tirinhas também compro no Lidl, é onde encontro mais barato aqui na zona).

Faço um refogado de cebola roxa, alho e os dois pimentos, depois mando para lá as tirinhas de bacon e deixo-as soltar aquela gordura boa! Entretanto meto o molho de tomate, misturo bem e é hora de meter a couve-flor. Tempero com sal, pimentão doce e fecho a panela (eu faço numa frigideira grande com tampa de vidro!). Voilà! Toca a papar!

 

Opção vegetariana: A couve-flor também fica muito bem com lentilhas vermelhas, se experimentarem digam o que acharam!

 

Espero que tenham gostado, vou pensar em mais umas quantas receitas que costumo fazer e deixar aqui. Não sou vegetariana, mas já me apercebi que quanto menos carne se comer, mais se poupa! A carne e o peixe estão caros (pelos menos aqui em França, abusam nos preços!), e o ambiente agradece.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D