Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um dia ganho juízo!

História financeira de uma rapariga emigrante que um dia precisou de ganhar juízo para realizar o seu sonho.

História financeira de uma rapariga emigrante que um dia precisou de ganhar juízo para realizar o seu sonho.

Um dia ganho juízo!

15
Mai17

Receitas baratas aos pares #1

Sofia ganha juízo

Os vossos comentários têm sido muito positivos relativamente a meter aqui umas receitas baratas e fáceis, por isso decidi meter aqui as minhas queridinhas no que toca a fazer algo que encha, que dure para várias refeições e que não custe uma perna. A maior parte das receitas custam menos de 5€. E dão para várias refeições.

 

Receita 1: Arroz com chouriço!

 

Esta é um clássico e apesar de andar a evitar os hidratos, de vez em quando apetece-me uma arrozada e lá vai disto! 

Faço um refogado de alho e cebola (só meto um de cada como moro sozinha chega-me bem, mas vocês adaptem de acordo com o número de membros na vossa família!). Ao refogado junto meia chouriça daquelas vermelhinhas e docinhas (compro no Intermarché) cortadinha aos cubos.

Depois dela soltar aquele molhinho bom deito uma boa caneca e meia de arroz, misturo tudo, deixo o arroz tostar e depois meto a água (já quente!).

Sal, salsa e pimenta (ou picante!) e com mais 10 minutos fica a refeição pronta! O que demora mais é mesmo picar a cebola e o alho, mas às vezes deixo picados do fim de semana e guardo num frasco de vidro no frigorífico, ou congelo! Assim estão sempre prontos a usar!

 

Opção vegetariana: em vez de meter o chouriço, cortar cenoura e alho francês às rodelas e fazer o refogado com eles antes de juntar o arroz! Às vezes também misturo quinoa no arroz, fica delicioso!

 

Receita 2: Couve-flor com tirinhas de bacon e molho de tomate!

 

Esta também não tem nada que enganar, corto a couve flor em raminhos e dou-lhe uma fervura de 5 minutos em água. Quando começa a ficar mais mole tiro e reservo. Entretanto já cortei metade de dois pimentos (vermelho e verde, adoro, e são tão baratinhos no Lidl. Já agora, as tirinhas também compro no Lidl, é onde encontro mais barato aqui na zona).

Faço um refogado de cebola roxa, alho e os dois pimentos, depois mando para lá as tirinhas de bacon e deixo-as soltar aquela gordura boa! Entretanto meto o molho de tomate, misturo bem e é hora de meter a couve-flor. Tempero com sal, pimentão doce e fecho a panela (eu faço numa frigideira grande com tampa de vidro!). Voilà! Toca a papar!

 

Opção vegetariana: A couve-flor também fica muito bem com lentilhas vermelhas, se experimentarem digam o que acharam!

 

Espero que tenham gostado, vou pensar em mais umas quantas receitas que costumo fazer e deixar aqui. Não sou vegetariana, mas já me apercebi que quanto menos carne se comer, mais se poupa! A carne e o peixe estão caros (pelos menos aqui em França, abusam nos preços!), e o ambiente agradece.

11
Mai17

Dieta financeira.

Sofia ganha juízo

 

Olá a todos!

 

Já vos disse anteriormente que ando a tentar reduzir despesas inúteis relativamente à alimentação e ao mesmo tempo perder peso.

 

Ando a preparar uns posts sobre receitas fáceis e baratas (se tiverem interesse em ler sobre isto podem deixar nos comentários a vossa opinião) mas até lá meti os olhos em cima dos meus recibos do supermercado e fiquei "assustada" com o que vi. Não tanto pelo valor imediato, mas pelas contas que andei a fazer...

 

 

Ora vejamos, no mês de Março e Abril (os meses em que guardei os recibos) gastei sensivelmente a quantia de 2,85€ + 1,25€por cada ida às compras, em "porcarias" (chocolates, batatas fritas, bebidas com gás, etc), isto sabendo que há semanas em que vou mais do que uma vez às compras (algo que também ando a tentar diminuir). Ou seja, este total dá 4,10€... se multiplicarmos, digamos, por duas vezes por semana, dá 8,20€. Sabendo que o ano tem 52 semanas fico com um total de gastos em "porcarias" de supermercado de 426,4€. E isto fazendo as contas muito por baixo.

 

É muito dinheiro! E uma pessoa nem o vê ir embora... é óbvio que uma pessoa não vai querer (nem é aconselhado!) cortar estes pequenos "prazeres" alimentares da sua vida! Mas o facto de começar a fazê-lo só uma vez por semana, ou budgetizar quanto se quer gastar em docinhos/salgadinhos por semana, já ajuda a diminuir os custos!

 

A carteira agradece... e a barriga também ;)

 

09
Mai17

Este blog também é para contar os falhanços...

Sofia ganha juízo

Sei que prometi que não ia comprar NENHUM livro em Abril. Mas afinal comprei,  e não comprei um, comprei 5! Mais de 50€ em livros... 

 

Apesar de ter sobrevivido ao desafio de viver com 50% do meu salário (cortei bastante na comida e outras compras que costumava fazer sem interesse) estou triste porque ainda gastei bastante em livros que não preciso... não é que ache que os livros são inúteis, mas tendo eu mais de 30 livros por ler na estante (um dia faço as contas), acho mesmo, mesmo, que não preciso de mais livros por enquanto! E este blogue também é para falar dos momentos de fraqueza. E os livros são a minha fraqueza.

 

Já agora, que assuntos gostavam de ver abordados aqui no blogue? Admito que ando com alguma falta de inspiração por isso qualquer ajuda é bem-vinda. 

 

Um dia ganho juízo, ai ganho ganho!!!

 

02
Abr17

A desafiar-me.

Sofia ganha juízo

No mês de Março consegui resistir a comprar roupa, não comprei uma única peça. No entanto, com a entrada no mês de Abril e os dias cada vez mais quentes (embora por aqui a temperatura não esteja muito alta!), ontem dia 1, encomendei pela internet as famosas sapatilhas brancas que queria há algum tempo.

Em vez de encomendar umas de 99€, que certamente iriam deixar a Sofia antiga muito contente e com muito peso na consciência, decidi encomendar umas de 25€. Afinal, estou em dieta financeira, e há que respeitar isso. Estou a ganhar juízo, é o que é!

 

.................................................................................................

 

Decidi também desafiar-me e tentar viver este mês com o mínimo de dinheiro possível, fiz o que já devia ter feito nos outros meses: meti uma quantia considerável de dinheiro na conta poupança assim que recebi o salário. O meu objetivo é tentar viver o resto do mês apenas com 50% daquilo que tenho habitualmente disponível. 

 

Como vou fazer isto?

 

- Desafio esvaziar a despensa: durante todo o mês de Abril só vou às compras para os frescos e os iogurtes de pequeno almoço. E se conseguir fazer uns jejuns de vez em quando, também serão bem-vindos.

- Não vou comprar um único livro. Este vai ser fácil de cumprir porque não vou ter tempo nenhum para ler neste mês.

- Não vou comprar roupa: para além das sapatilhas que já estão encomendadas claro.

- Usar os produtos da casa e de higiene pessoal que tenho até ao fim: sim, tinha aqui produtos escondidos que já não usava há algum tempo e entretanto comprei novos porque não sabia onde os tinha guardado (não ser suficientemente organizada dá nisto, muitas compras a duplicar!)

- Destralhar: ajuda no processo de organização dos bens materiais e a encontrar objetos que já nem sabíamos que tínhamos... por exemplo, em vez de ir a correr comprar uma capa para guardar os documentos que chegaram pelo correio, será que não tenho nenhuma na minha estante que esteja cheia de papéis que já não preciso e que podem ir diretamente para a reciclagem?

 

 

E pronto, estas foram as minhas dicas do mês. E vocês, já tentaram viver com menos dinheiro do que aquele que usam normalmente para viver durante o mês?

 

30
Mar17

Tinha que passar por esta fase...

Sofia ganha juízo

Sabem que tenho andado desiludida com algumas escolhas monetárias do passado. O arrependimento é algo que corrói e que me faz pensar constantemente "E se..."

A nível financeiro trata-se sobretudo de coisas que comprei que não precisava, objetos que achei serem essenciais  e que afinal não eram. Via as publicidades e achava que devia ter determinada coisa, ou tinha que comprar aquela máquina fotográfica ou telemóvel porque as minhas amigas tinham, ou aquele casaco porque era o que estava na moda. E gastei muito dinheiro assim, dinheiro que nunca mais vou recuperar.

Este assunto magoa-me porque venho de uma família que sempre teve poucas posses e nunca compreendi porque não podia ter tudo que os outros têm. Então quando comecei a trabalhar fiz questão de usar as desculpas do costume:

 

- Posso comprar isto porque eu mereço.

- Posso comprar isto porque eu trabalhei no duro para ganhar este dinheiro.

- Posso comprar isto porque só se vive uma vez.

 

Hoje tive um click. Uma resposta que apareceu na minha mente. Um momento que mudará de certo o rumo da minha vida para sempre. Eu mereço ter uma vida financeira estável e não há nada que eu possa comprar agora que possa meter em causa o meu futuro.

Cheguei a casa e organizei as finanças. Peguei numa folha em branco, apontei todas as entradas e saídas de dinheiro, e vi quanto ganhava/gastava por ano e quanto tenho que meter de lado para conseguir ter a quantia que quero em 3 anos. Sei que quero ser financeiramente estável, e sei que quero voltar para Portugal e trabalhar só a part-time.

 

Agora só me falta descobrir como chegar lá. 

 

Plano:

 

- Vou poupar o máximo que puder com o salário que já tenho: fixei os valores que quero poupar, o que para mim já é um início, porque nos últimos anos só digo que tenho que poupar, mas não sei nem nunca soube quanto precisava meter de lado;

- Nos próximos anos vou dar o meu melhor para conseguir ganhar mais: aumentar as fontes de rendimento também ajuda;

- Manter o foco: esta frase é cliché, mas sinceramente é tão verdadeira. Antes de comprar aquele livro que vou demorar uma eternidade a ler porque vai ficar parado na estante ou ir ao restaurante pela quinta vez no mês, tenho que pensar nos meus objetivos e dizer não, a mim e aos outros.

- Reduzir as despesas ao máximo: já reduzi bastante este ponto (-100€ de despesas mensais desde Dezembro). Mas uma grande fatia do meu orçamento continua a ir para comida, é claro que não vou começar a comer porcaria, mas tenho que voltar aos menus semanais. Comprar o estritamente necessário para a semana. Esta semana fiz certinho, agora é tentar fazer o mês todo de Abril. O segredo está no planeamento.

 

E é isto por hoje. O meu objetivo primordial é sentir paz de espírito, quero ser capaz de olhar para o ano anterior e dizer "não me arrependo de nada do que fiz este ano, quase todas as compras foram bem refletidas e vivi o mais simples e conscientemente possível."

 

Obrigada por andarem por aí!

 

25
Mar17

Final de mês: Março.

Sofia ganha juízo

Vou deixar de ir ao ginásio e começar a fazer exercício em casa, afinal já tenho tapete e alguns pesos aqui que estão só a ganhar pó! E assim meto mais 27€/mês no bolso...

De qualquer forma sempre que lá vou acabo por fazer 20 minutos de passadeira (podia ir correr para a rua, se bem que no Inverno aqui onde moro nem sempre é fácil de aguentar o frio...) e exercícios com o peso do corpo (que posso perfeitamente reproduzir em casa!)

 

..........................................................................................

 

Este mês ainda não comprei nenhuma peça de roupa! *contente* *contente* 

 

Mas ando a precisar (mesmo!) de umas sapatilhas brancas, porque o meu único par custou-me na altura 20€ e está a dar o último suspiro... acho que vou esperar pelo mês de Abril e assim já posso investir numas melhorzinhas, uma vez que é algo que na Primavera e Verão uso quase todos os dias.

 

..........................................................................................

 

E vocês, quais são as boas notícias deste final de mês?

 

12
Mar17

Cortei o cabelo de graça e correu bem!

Sofia ganha juízo

 

O título do post diz tudo, cortei o cabelo com uma cabeleireira estagiária e correu tudo bem!

 

Quase que ia correndo mal porque ela enganou-se uma vez e o cabelo ficou mais curto do que aquilo que tinha pedido... mas, querem saber? Até me vai fazer bem ter o cabelo mais curtinho.

 

Estou a gostar imenso da mudança! Valeu a pena arriscar. Agora é ficar atenta pela próxima vez que os salões da zona tenham estagiários, ou procurar escolas de cabeleireiro que precisem de cobaias.

 

E vocês o que fazem para poupar na parte estética da vossa vida?

 

12
Mar17

Resumo das minhas vendas.

Sofia ganha juízo

 

A juntar aos 420€ que tinha feito anteriormente com as vendas de coisas que não preciso mais, consegui agora adicionar mais 35€ da venda de outro objecto! Ou seja, tenho agora 455€ disponíveis para usar ou para meter na poupança.

O dilema agora é... o que fazer com este dinheiro? Queria aproveitar para decorar um pouco mais o apartamento que tenho aqui em França, está bastante vazio e queria torná-lo mais meu, mas mantendo um estilo minimalista.

 

Tenho andado a ver vídeos de DIY e tenho tido boas ideias para dar um ar moderno à casa. Estou completamente viciada neste tipo de dicas! Pode ser que meta aqui umas fotos do que fizer 

 

 


E vocês? O que fazem com o dinheiro das vendas de objectos em segunda mão?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D