Quinta-feira, 30 de Março de 2017

Tinha que passar por esta fase...

Sabem que tenho andado desiludida com algumas escolhas monetárias do passado. O arrependimento é algo que corrói e que me faz pensar constantemente "E se..."

A nível financeiro trata-se sobretudo de coisas que comprei que não precisava, objetos que achei serem essenciais  e que afinal não eram. Via as publicidades e achava que devia ter determinada coisa, ou tinha que comprar aquela máquina fotográfica ou telemóvel porque as minhas amigas tinham, ou aquele casaco porque era o que estava na moda. E gastei muito dinheiro assim, dinheiro que nunca mais vou recuperar.

Este assunto magoa-me porque venho de uma família que sempre teve poucas posses e nunca compreendi porque não podia ter tudo que os outros têm. Então quando comecei a trabalhar fiz questão de usar as desculpas do costume:

 

- Posso comprar isto porque eu mereço.

- Posso comprar isto porque eu trabalhei no duro para ganhar este dinheiro.

- Posso comprar isto porque só se vive uma vez.

 

Hoje tive um click. Uma resposta que apareceu na minha mente. Um momento que mudará de certo o rumo da minha vida para sempre. Eu mereço ter uma vida financeira estável e não há nada que eu possa comprar agora que possa meter em causa o meu futuro.

Cheguei a casa e organizei as finanças. Peguei numa folha em branco, apontei todas as entradas e saídas de dinheiro, e vi quanto ganhava/gastava por ano e quanto tenho que meter de lado para conseguir ter a quantia que quero em 3 anos. Sei que quero ser financeiramente estável, e sei que quero voltar para Portugal e trabalhar só a part-time.

 

Agora só me falta descobrir como chegar lá. 

 

Plano:

 

- Vou poupar o máximo que puder com o salário que já tenho: fixei os valores que quero poupar, o que para mim já é um início, porque nos últimos anos só digo que tenho que poupar, mas não sei nem nunca soube quanto precisava meter de lado;

- Nos próximos anos vou dar o meu melhor para conseguir ganhar mais: aumentar as fontes de rendimento também ajuda;

- Manter o foco: esta frase é cliché, mas sinceramente é tão verdadeira. Antes de comprar aquele livro que vou demorar uma eternidade a ler porque vai ficar parado na estante ou ir ao restaurante pela quinta vez no mês, tenho que pensar nos meus objetivos e dizer não, a mim e aos outros.

- Reduzir as despesas ao máximo: já reduzi bastante este ponto (-100€ de despesas mensais desde Dezembro). Mas uma grande fatia do meu orçamento continua a ir para comida, é claro que não vou começar a comer porcaria, mas tenho que voltar aos menus semanais. Comprar o estritamente necessário para a semana. Esta semana fiz certinho, agora é tentar fazer o mês todo de Abril. O segredo está no planeamento.

 

E é isto por hoje. O meu objetivo primordial é sentir paz de espírito, quero ser capaz de olhar para o ano anterior e dizer "não me arrependo de nada do que fiz este ano, quase todas as compras foram bem refletidas e vivi o mais simples e conscientemente possível."

 

Obrigada por andarem por aí!

 

publicado por Sofia ganha juízo às 19:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)
Segunda-feira, 13 de Março de 2017

Planos para todas as semanas a partir de agora

 

- Um dia sem gastos

- Meditar 2x por semana

- Ler um pouco de um livro físico pelo menos 2x por semana

- Exercício físico entre 2 a 3x por semana

- Beber mais chá

- Controlar as minhas contas uma vez por semana 

 

publicado por Sofia ganha juízo às 10:21
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito (1)
Domingo, 5 de Março de 2017

Objectivinhos de Março

Alguns de Fevereiro não consegui cumprir (como já sabem, o mês de Fevereiro foi uma desgraça para mim!)

 

Profissional

- Controlar os impulsos que me levam a falar mal do chefe, mesmo que estas situações aconteçam com colegas que concordam comigo - estou muito melhor neste aspecto! vou considerá-lo feito!

- Ser mais focada na parte escrita, não adiar o que posso fazer logo ou tentar arranjar tempo para o fazer - este fica para o mês de Março! Aqueles relatórios não se fazem ainda com a rapidez que queria...

- Arrumar o meu espaço de trabalho e organizar a minha agenda - Feito! Mas é algo a manter regular todos os meses...

 

Pessoal

- Meditar 2 a 3 vezes por semana. Antes este objectivinho era todos os dias, mas desde Novembro que tenho andado a baldar-me, por isso acho que se conseguir 3 vezes por semana já estou no bom caminho. - fui ambiciosa em ter pedido 2 a 3 vezes por semana. Fiz uma média de uma vez por semana! Vou guardar este para Março, mas só 1 vez por semana!

- Ler mais livros físicos (os que tenho na estante por ler já seriam um bom começo!). Acabo por ler demasiado na internet e os meus olhos já começam a queixar-se. Sinto-me sempre cansada de manhã por causa de me deitar tão tarde porque fico a ler até às tantas. - não feito, e vou adiá-lo para mais tarde... tenho tido muitas saídas e não tem sido fácil pegar nos livros...

- Ir menos vezes ao Facebook cuscar o que os meus amigos em Portugal andam a fazer. Para além de ficar com saudades, isto provoca em mim sentimentos de inveja que não consigo impedir, daqueles do tipo "podia estar ali com eles e não estou". A solução que encontrei foi ir menos vezes ao Facebook, mas sei que tenho um longo caminho pela frente e que tenho que trabalhar estes sentimentos internamente. - feito no sentido em que vou menos vezes ao Facebook! Apaguei a aplicação do Facebook do telemóvel, só deixando a do Messenger, e isso ajudou bastante! Mas vou guardar o objectivinho para Março... com a chegada da Pirmavera e com a malta a fazer mais coisas, também é mais provável que volte a sentir umas invejas de vez em quando... algo que terei que trabalhar constantemente.

 

Casa

- No meu grande objetivão de destralhanço do apartamento, tenho o objetivinho para o mês de Fevereiro de: organizar todos os papéis importantes. Meter tudo num dossier e deitar fora o que já não preciso. - Feito!!! :) :)

- Vender mais objectos que não preciso. - Não feito... não recebi respostas aos anúncios que tenho na net. Mas vou adiar para Abril porque em Março não vou ter tempo de modificar os anúncios de forma a torná-los mais atractivos.

 

Financeiro

- Cozinhar mais em casa e organizar os menus semanais. Nesta última semana de Janeiro consegui cumprir à risca os menus, e mesmo assim vi que ainda sobraram imensos ingredientes no frigorífico e despensa. - Não feito. Fui imensas vezes comer fora e acabei por estragar comida no frigorífico...  objectivinho a manter para Março!

- Já estive a ver o que tenho no congelador (duas postas de salmão, 2 peitos de frango e 2 postas de bacalhau) e acho que consigo fazer as refeições todas da semana com isto. Sabendo que só como em casa à noite e que vivo sozinha. Este fim de semana só compro frescos. - Não feito, pelas razões que já disse em cima. Não preparei os menus semanais.

- Continuar sem comprar roupa. - Não feito. Manter para Março.

 

Objectivinhos para Março: 

Falar com duas amigas com quem não falo desde Dezembro.

Negociar o seguro da casa.

 

Legenda:

Objectivinhos verdes - já estão feitos!

Objectivinhos azuis - guardar para o mês seguinte!

Objectivinhos vermelhos - não atingidos e adiados para mais tarde...

publicado por Sofia ganha juízo às 12:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 4 de Março de 2017

Vou ou não vou à cabeleireira de graça?

Como sabem, disse-vos neste post que ando a tomar medidas de forma a poupar mais na parte estética da minha vida.

Uma delas é cortar o cabelo em casa, com a ajuda de uns tutoriais do Youtube.

A verdade é que tenho tido um bocado de dificuldade para acertar a parte de trás, como não consigo ver, tenho receio de fazer asneira.

Vi há pouco tempo um anúncio num supermercado aqui da zona, de uma cabeleireira em formação que quer "cobaias" para treinar, e o corte seria GRÁTIS. Temo pelo estado do meu cabelo, mas parece-me ser uma boa oportunidade para ter o cabelo cortado sem gastar muito.

 

Que acham? Já o fizeram?

publicado por Sofia ganha juízo às 23:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2017

Objetivo - fundo de emergência.

Quero, o mais depressa possível, ter disponível na poupança o valor equivalente a 6 meses de despesas fixas. E só depois passo ao meu grande objetivo de poupança.

 

Pelas minhas contas, sabendo que estou com despesas mensais na ordem dos 940€ (com a poupança reforma lá dentro, e sem contar a comida), preciso de sensivelmente 5600€. Se meter 300€ de lado todos os meses (assim lançando um número alto!) demoro cerca de 19 meses a atingir o meu objetivo. Isto enquanto faço outras poupanças... Será que daqui a 2 anos estarei mais estável financeiramente e pronta para uma emergência? 

É que, fazendo as contas, se agora me acontecesse algo grave (como por exemplo um problema de saúde ou desemprego), tinha apenas o suficiente para viver 3 ou 4 meses... nada mais... sem contar com despesas médicas e afins. Depois tinha que voltar para casa dos pais... assustador.

Estarei a entrar em pânico desnecessariamente?

Bem, haja saúde, que o resto faz-se!

GO, GO, GO!

 

publicado por Sofia ganha juízo às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 3 de Janeiro de 2017

Poupanças de mulher.

Como sabem, ando numa de "dieta financeira", por isso decidi tirar todos os gastos supérfluos da minha vida, que eram muitos ! Dois deles foram o corte de cabelo e a depilação a cera.

Passo a explicar, tenho o cabelo comprido, mas costumava cortá-lo de 3 em 3 meses (só as pontinhas, sabem como é?)

 

Com esta brincadeira gastava no cabeleiro 37€, de 3 em 3 meses, faz um total de 148€ por ano. Desde Junho corto o cabelo em casa, como são só as pontas, bastaram uns tutoriais no Youtube para aprender como se faz. E o bónus desta situação, é que agora posso fazê-lo de 2 em 2 meses, porque não me custa rigorosamente nada! O cabelo tem andado ótimo, nem chega a espigar nem nada! Mas isso também é dos produtos naturais que tenho usado, que também vos falarei noutro post.

 

A segunda poupança foi na depilação, sendo uma rapariga com pêlo muito visível sempre me depilei todos os meses, e gostava de ir à esteticista fazê-lo. Para já comecei a fazer em casa com gilette (grandes objetivos de poupança, exigem grandes medidas não é? Mesmo que concorde que a gilette não é a melhor forma de depilação para o meu tipo de pêlo). Mas quando estiver mais perto do meu objetivo financeiro, já prometi a mim própria, que invisto numa bacia de cera quente caseira!

Quanto é que poupei com isto? Na esteticista, pernas e axilas custavam-me 41€, isto todos os meses, e às vezes no verão 2x por mês que não vou contabilizar, faz 492€. Que acabei de poupar, simplesmente em rapar os pêlos uma vez por semana.

 

Total de poupanças: 492€ + 148€ = 640€

 

Mais de 600€ que em 2017 vão ficar no meu bolso! Yupi! Estou tão contente! 

publicado por Sofia ganha juízo às 00:22
link do post | comentar | favorito

Ponto da situação.

Bem, para completar aqui o meu diário financeiro, venho cá para escrever o meu total de poupanças até à data.

 

Tenho cerca de 5000€ na conta portuguesa, e a mesma quantia na conta francesa.

Ou seja, no total tenho:10147€ de poupanças até agora. Trabalho há 3 anos, comprei um carro de 5000€ recentemente e já cometi muitos erros financeiros até à data, dos quais me arrependo imenso e que me deixaram no vermelho nos últimos 8 meses. Só desde Novembro é que me apercebi que tenho que ganhar juízo, e entrei naquilo a que chamo de "dieta financeira". Com o objectivo de "ganhar peso" na minha carteira. E se entretanto conseguir perder uns 8 kg de peso verdadeiro, isso seria a cereja no topo do bolo!

 

cerejanotopodobolo

 

 

 

Objectivo de 2017: 14147€ até Junho de 2017, ou seja, tenho 6 meses para poupar 4000€, sabendo que quero viajar entretanto. Vamos lá ver como corre.

 

publicado por Sofia ganha juízo às 00:10
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2016

Qual o meu objectivo com isto tudo?

Contei-vos no post anterior que tinha um "objetivo ambicioso" até aos meus 30 anos, e foi esse objetivo que me fez "acordar para a vida" e perceber que não é a gastar dinheiro à toa como tenho feito que o vou realizar... o objetivo principal é voltar para Portugal e abrir o meu negócio próprio. Ou então, simplesmente voltar, arranjar um emprego em part-time e poder viver tranquilamente sem me chatear muito.

 

Para isso (se quiser abrir o meu negócio) preciso de mais ou menos 20 000€ de investimento inicial, isto se tudo correr bem logo no início, se não correr tudo bem vou precisar de muito mais dinheiro para investir no meu negócio... isso e mais o dinheiro que irei precisar para me sustentar sozinha no início sem ter rendimentos.

 

Porquê "ambicioso" perguntam vocês? Porque pretendo juntar 60 000€ nos próximos 4 anos e meio, de forma a puder investir e ainda ficar com um bom pé de meia para a minha velhice (uma vez que não pretendo gastá-lo todo e quero deixar uma parte a render).

 

Impossível? Vou mostrar a mim própria que não... eu só preciso é, como diz o título do blog, de ganhar juízo!

publicado por Sofia ganha juízo às 21:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Ponto de partida | rendimentos e despesas fixas

Como já vos disse, trabalho no estrangeiro.

O meu salário de base (bruto) é cerca de 2000€/mês. Às vezes trabalho ao fim de semana e isso traz-me mais algum dinheiro, no mês de Dezembro foram mais 107,28€.

TOTAL brutos: cerca de 2100€

Limpinhos recebi na minha conta no início do mês de Dezembro 1795,49€ (já com os descontos todos retirados).

Parece muito não parece? Comparado com o que ganhava em Portugal, estou a ganhar bastante sim. E no início quando emigrei fiquei "fascinada" com tanto dinheiro e fiz algumas escolhas a nível monetário das quais me arrependo imenso... como ir às compras e gastar mais de 300€ em roupa durante vários meses seguidos...  isto teve consequências negativas como podem imaginar uma vez que, após o primeiro ano de estar aqui, quando vieram os impostos e a taxa de habitação para pagar, não tinha previsto dinheiro suficiente para estas despesas e tive que ir buscar às poupanças de 2015, ficando com o meu saldo de poupanças de 2016 negativo... e é essa situação que ando a tentar compensar! Sinto-me mal pela má gestão financeira que tenho levado... mas sobre essas más escolhas e sobre o arrependimento que tenho, venho cá falar-vos melhor mais tarde.

Este post é mesmo sobre meter as minhas contas preto no branco.

 

Fazendo as contas às minhas despesas mensais, tenho:

 

Necessidades:

Renda do apartamento: 369,30€

Seguro do carro: 68,60€

Telemóvel/Internet: 39,99€

Eletricidade: 18,80€ (pago o mesmo todos os meses e depois eles fazem os acertos)

Seguro de saúde/vida: 3€

 

Vontades:

Ginásio: 27€

Total: 526,69€

 

Necessidades que não são fixas

Combustível: +/- 30€ mês

Alimentação: 150€ mês

Total: 706,69€

 

Resumindo: tenho cerca de 1000€ este mês de livres, se tirar as despesas fixas. No entanto, desde que aqui estou, o máximo que tenho poupado (nos meses em que consigo poupar) são 500€. Ou seja, há cerca de 500€ do meu orçamento que estão a ir sistematicamente pela sanita a baixo, e os outros que consigo meter de lado, ando sistematicamente a ir buscá-los sempre que tenho uma despesa imprevista.

Este blog vai servir para eu ver onde ando a enfiar o dinheiro. É verdade que este ano comprei um carro, fiz formações, tive várias despesas supérfluas, mais as viagens de avião para ir a Portugal em Agosto que me ficaram uma fortuna (para o ano a ver se compro os bilhetes mais cedo!), tudo isto não ajudou a que conseguisse meter muito dinheiro de lado. Mas o resto foram asneiradas, das grossas.  

O próximo post vai ser um recapitular do que efetivamente consegui meter de lado este ano. É verdade que o dinheiro nas contas poupança que não posso mobilizar aumenta um pouco todos os meses, mas na que posso mexer está sempre a ser tirado e não fica lá pousado muito tempo...

Por isso, mesmo com um rendimento anual de cerca de 21 000€ não devo ter metido pouco mais de 2000€ de lado... e é este valor que me assusta. E que me faz sentir uma burra. Tudo isto é dinheiro que nunca mais vou recuperar, e a maior parte foi gasto em coisas que não me trouxeram nenhuma vantagem. Sinto que estou a fazer um grande sacrifício pessoal para estar a morar no estrangeiro, longe da família e amigos, e que nem sequer estou a aproveitar esta situação para fazer umas boas economias para estar mais tranquila no futuro.

Espero atingir os objetivos ambiciosos que tenho até aos 30 anos (um dia falo-vos sobre eles!). Quero aqui deixar-vos a minha história, e espero que em breve os posts deixados aqui neste blog me deixem orgulhosa. 

 

p.s: sei que nem toda a gente se vai identificar com esta realidade, uma vez que sou emigrante, mas, tenho vários amigos que têm passado pelo mesmo que eu, dizem que apesar de estarem no estrangeiro e a ganhar mais, o aumento do custo de vida e uma má gestão financeira fazem com que não consigam meter dinheiro de lado. É esta problemática que quero abordar no meu blog, nada mais.

publicado por Sofia ganha juízo às 17:11
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Chèque cadeau | cheque prenda

E com o ano a chegar ao fim decidi utilizar o último "chèque cadeau" que me deram no trabalho no final do ano passado. Eram 10 cheques de 10€ cada e o último expirava no final deste mês.

Fui a uma loja de produtos desportivos e comprei umas calças de fato-de-treino que já andava mesmo a precisar (ganhei algum peso e todas que tinha já não me serviam).

Sei que decidi no início do mês de Dezembro não comprar mais roupa, exceto se extremamente necessário, e isto do fato-de-treino, apesar de não ser um bem vital, estava a fazer-me falta porque tenho vindo a ganhar imenso peso. 

Este assunto do peso vais ser abordado mais tarde, uma vez que recuperar o meu peso de antes também faz parte dos meus objetivos a atingir neste meu caminho para uma vida mais responsável e organizada.

Resumindo, e sem fugir muito do assunto, as calças custavam 12,95€ - dei um cheque de 10€ - por isso o preço final foi de 2,95€.

Para a semana já vou buscar a próxima resma de "chèques cadeaux" a utilizar no ano de 2017. E desta vez vou dar-lhes um uso muito mais consciente do que aquele que dei neste último ano.

 

Compras do dia:

calças - 2,95€

6 garrafas de 2l de água com gás - 1,55€

Uma planta - 1,95€

publicado por Sofia ganha juízo às 22:16
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tinha que passar por esta...

. Planos para todas as sema...

. Objectivinhos de Março

. Vou ou não vou à cabeleir...

. Objetivo - fundo de emerg...

. Poupanças de mulher.

. Ponto da situação.

. Qual o meu objectivo com ...

. Ponto de partida | rendim...

. Chèque cadeau | cheque pr...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

.tags

. todas as tags

.favoritos

. JÁ NÃO GOSTO DO ESCURO

. Incentiva alguém

. E L James a ganhar pontos...

. Eu decido

blogs SAPO

.subscrever feeds